24 de julho de 2010

Um novo adeus....

Luciane estava desolada...ela não conseguia assimilar as coisas....
Marcio se mostrava tão amoroso, tão dedicado, tão companheiro, e agora descobriu que tudo não se passou de uma mera ilusão.
Agora ela relembrava os bons momentos juntos...as risadas, as gafes...e ria...Sim ela ria, porque sabia q não valia a pena chorar.
Ela ria de tudo q era bom e que ela tinha aprendido com ele, as tristezas e mágoas ela já havia jogado fora.
Luciane não era nenhuma criancinha... Ela percebeu que as coisas não estavam indo tão bem qnto pareciam estar.
Marcio não queria assumir o namoro, mas dizia q a amava, planejavam viagens, passeios, se viam sempre que podiam, porque não moravam perto.
Luciane fazia o possível pra estar sempre presente, seja por telefone, ou virtualmente, mas estava sempre lá. Marcio sempre ligava pra ela.
Só que o fato de ele não falar nada dela com os amigos, não expor nada a ninguém estava intrigando-a, mas pra ele estava sempre tudo bem, sempre q ela falava sobre isso ele mudava o assunto, ficava calado...e perguntando a um e a outro descobriu q Marcio a enganava, tinha um caso com ela e namorava com outra...
Luciane ao descobrir isso foi até a casa dele e pos um ponto final na relacão...ela não nasceu pra sofrer nem pra ser a outra.
Agora Luciane vive sua vida ela tem amigos sinceros, e leais, que estão sempre com ela e que a ajudam a esquecer Marcio.


Bem... o que eu quero dizer com essa história?
Meus caros, seja vc menino, menina, homem, mulher...Sempre que entrar em um relacionamento não se jogue de cabeca...Saiba aproveitar os momentos mas sempre firmes e com os pés no chão, porque se não der certo tenho certeza de que você não vai sofrer tanto.
Cultive suas amizades, mesmo que um ou outro ja tenham te magoado, perdoe, não se prenda nas garras do egoísmo.


"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.(...)
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,

ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.(...)
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você é na vida.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte (...)
E você aprende que realmente pode suportar...que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais
Portanto,plante seu jardim e decore sua alma,

ao invés de esperar que alguém lhe traga flores"
Willian Shakespeare

Nenhum comentário:

Postar um comentário