7 de abril de 2012

Aprendizados e descobertas

Enfim eu aprendi...
Aprendi a me fazer de forte quando por dentro estou desmoronando.
Aprendi a dar valor a uma relação;
Aprendi a valorizar meus amigos verdadeiros;
Aprendi que amor não se pede, amor se sente, e não nasce da noite pro dia;
Que seus amigos mais sinceros podem ficar meses sem falar com vc mas quando vcs se encontram é como tivessem se visto há uns dias atrás
Que em uma relação é preciso reciprocidade, preocupação com o outro;
Que vc precisa ofertar sem esperar resposta.
Aprendi que a vida é mais do que se pode definir...
___________________________________________

Já dei tanta cabeçada nessa vida, já mogoei pessoas que só mereciam amor, e desprezei quem nunca mereceu meu desprezo.
Ja traí confianças e iludi pessoas...
Enfim, ja fiz com outros o que não queriam que fizessem comigo e já passei pelas mesmas situações..Mas nunca, em momento algum tive más intenções, meu maior defeito é ser ingênua demais, tenho 20 anos e sou muito ingenua, acredito demais nas pessoas, e por conta disso acabdo dando as cabeçadas citadas.
Mas ja pedi perdão! E graças a Deus meu maior dom é saber perdoar, eu perdoo muito fácil, mas claro que isso não significa que eu vá repetir o erro ( so algumas vezes )
Enfim, descobri que sou muito frágil e muito carente, necessito de atenção carinho e cuidado contantes, e quando não tenho, sinto falta, muita falta...
______________________

Descobri que sou muito além do que eu pensava ser...

Susto!


Antes de mais nada, esse post é apenas um desabafo, então não tem nada de muito interessante, apenas um fato que ocorreu e me fez refletir..

Hoje de modo especial, percebi como sou impportante para os meus pais.
Não que eu não soubesse disso, sempre me senti a queridinha do papai e da mamãe, mas em momentos de doença ou desespero isso se faz mais presente.
Hoje pela manhã eu passei extremamente mal, nossa, achei que eu ia morrer, ter um treco sei lá, e a unica coisa que eu lembro é da sensação dos meus pais comigo e a voz deles tentando me reanimar.
É o seguinte: Eu tenho um problema com ar condicionado e ventilador, se fico muito exposta a um deles eu passo mal, fico com tosse ou falta de ar.
E essa noite por estar quente eu deixei o ventilador ligado no quarto e acabei esquecendo de ldesligar.
Tive uma noite particularmente desagradável, e ao acordar me veio a falta de ar, seguida de tosse, não sei bem o que aconteceu, eu não estava consciente, retomei a consciência com a agua que minha mãe jogou no meu rosto, foram uns dois minutos de desespero, tentando respirar e nada de ar, tossindo bastante...Nossasó de lembrar dá agonia no coração.
Ah! Se não fosse meus pais, segundo eles eu tava muito mal, eu levantei fui até o banheiro, e ia cair quando eles me seguraram, coitados, entraram em um desespero tão grande, uma aflição...e eu ali incosciente prestes a desmaiar, quando minha mãe em um instinto materno jogou agua no meu rosto, foi quando eu recobrei a consciência.
É..Deus sabe o que faz! Imagina se eu tivesse ido pra Dourados? Nossa eu ia deixar todos preocupados, poderia ter sifdo pior...Deus sabe o que faz não é mesmo?!
Durante o sermão das 7 palavras o padre falou sobre nós darmos valor às nossas mães...Eu sempre acho que não dou o devido valor à minha, mesmo sempre que posso faço o possível, mas sempre acho que ainda devo agradá-la mais...

Hoje eu percebi como ela é importante...Como  o instinto materno é incrível, em um ato de desespero ela salvou minha vida, quando ela viu eu ficar roxa por falta de ar ela conseguiu salvar minha vida...

E eu agradeço a Deus por ter uma mãe assim, que é a pura definição da palavra em forma huma, mesmo com seus defeitos. E o mesmo digo ao meu pai, coitado, ficou muito desesperado...
Obrigada Senhor!

Obs: Estou bem, não to curada, mas to bem ;)