26 de fevereiro de 2012

O que é amar?


Perguntei a Deus o que é amar.

E Ele não precisou me responder.

Para descobrir a Resposta, só precisei olhar para a Cruz.

Amar é colocar-se em segundo plano.

Amar é enxergar a vida (e as pessoas desta vida) com os olhos de Deus.

Amar é...

Bem, eu não preciso terminar a frase. Feche os olhos e pergunte ao Senhor.

Certamente Ele também te dará a Resposta...

Encontre um homem que te chame de linda  e não somente de gostosa.
Que te ligue de volta quando você desligar na cara dele. 

Que te mande mensagens inesperadas...
Que deite embaixo das estrelas e escute as batidas do seu coração,
Espere pelo homem que te beije na boca com desejo mas que beije na testa com respeito.
Que queira te mostrar para todo mundo mesmo quando você está suada.
Um homem q segure sua mão na frente dos amigos dele.
Que te dê o bombom que você mais gosta
Que te ache a mulher mais bonita do mundo mesmo quando você está sem nenhuma maquiagem e que insista em te segurar pela cintura.
Espere por aquele homem que te faz sentir a pessoa mais amada
Aquele que te lembra constantemente o quanto ele se preocupa com você e o quanto sortudo e feliz ele é por estar ao seu lado.
Espere por aquele homem que esperará por você... 

E que não seja parte de você, para estar com você mesmo quando está km de distância!
Aquele que vire para os amigos e diga: É ELA!


Desconheço autoria!(Adaptado) *-*

8 de fevereiro de 2012

Deus e nossos problemas...

Eu não entendo: As pessoas dispersam o mal no mundo, se julgam dignas de fazerem isso ou aquilo, acham que jogar lixo nas ruas não tem problema, entopem cidades, concretam ruas, e depois reclamam de Deus... E se julgam aptas a duvidarem de Sua Onipotência e Onipresença...

GENTE! 
É inevitável que na nossa vida, independentemente se vc for rico, forte, pobre, magro, cristão ou não, vamos nos deparar com dores, sofrimentos...
Sofrimentos estes que podem vir de muitas formas, seja um problema de saúde, um desemprego, ou então a perda de alguém que muito amamos ( seja por um "abandono", ou mesmo por um falecimento...) nos deixando com o coração cheio de saudade.
E em momentos assim é natural do ser humano se questionar: "- Se mesmo eu sendo cristão, acreditando em Deus, depositando toda minha fé Nele, eu não posso evitar o sofrimento, QUE DIFERENÇA FAZ EU ACREDITAR EM DEUS ENTÃO?"

Nesta curta caminhada com os Jovens da Milícia da Imaculada e diversas experiências pessoais, obtive a resposta: Quando se tem fé a tristeza e a dor vêm sim, entram na sua morada, passeiam, machucam você, porém no momento que se vão, elas não roubam sua alegria, sua esperança, muito menos sua capacidade de AMAR. 
E quando o sofrimento vêm, somos capazes de sentir que por mais que doa lá dentro, Deus ainda vai nos fazer entender toda e qualquer poesia e ainda assim, nos fazer ver quão valiosa é a vida, nos provando que ainda dá pra sermos felizes.

7 de fevereiro de 2012

É 2012! E quem sou eu??

Bem, estamos no meio de fevereiro, mas venho desejar que esse seja um ano muito feliz a todos que por acaso venham dar uma olhada neste bloguezinho simples, de uma futura farmacêutica.
Meu namoro terminou, e agora é oficial...Fazer o que, não posso fazer feliz alguém e estar "infeliz"
Esse meu coração que só agora se decidiu...rsrs...Vai esperar fechado por um bom tempo aquele que tanto quer...
Eu as vezes quero falar de mim...mas não sei direito, é difícil descrever quem sou...To passando por conflitos internos, tá meio complicado....Bem!

Sou alguém que se conhece de dentro pra fora, posso até ser bonita por fora, mas minha verdadeira beleza está na essência do meu ser. Tenho sonhos, muitos sonhos, que se for da vontade de Deus serão realizados...Mas sei onde o braço pode alcançar e nenhum deles é uma utopia...Vivo cada momento e eternizo todos aqueles que quero lembrar mais pra frente, tropeço muito, as vezes em mim mesma, em pedras  que eu joguei no caminho...Mas aí eu levanto e sigo em frente. Gosto esse dom que Deus nos deu de podermos guardar tudo aquilo que vale a pena, e esquecer coisas bobas do dia-a-dia. Deixo que as pessoas, falem, especulem e até mesmo me julguem, não devo nada a ninguém, e estou em paz comigo mesma. O que os outros acham, não me importa a não ser que sejam de pessoas que eu amo, porque minha salvação não depende do que os outros pensam de mim, mas sim o que Deu sabe a meu respeito.
E se preciso for me reinvento... Sei muito bem quando o que sangra e fere dentro de mim não deve ser jogado pra fora... Muitas vezes estou dilacerada por dentro, e esbanjando alegria por fora... Falsidade? Força? Não... Apenas acredito que temos que lidar com situações diferentes e pessoas diferentes, não são todos que devem ver minhas lágrimas... Melhor que vejam meus sorrisos...
Sim...sou complexa, adoro estudar e tenho dificuldade de aprendizagem, por isso meus familiares me acham meio nerd. Sou mulher com cara de menina, não entendo piadas simples e adoro rir daquelas piadas sem graça...Me perco e me acho diversas vezes. Sou boba, mas não sou burra, ingênua mas não tanto, so pessoa de riso fácil, adoro sorrir e dar segundos de alegria pra alguém...
Chorar? Não sou muito de chorar na frente dos outros, prefiro meu ursinho ou mesmo o travesseiro de consolo... Ainda mais quando se precisa muito de alguém que não pode estar ali, nem para te dar um simples abraço...é a vida, quem sabe outro dia!


Falar de si próprio não é fácil...se abrir assim como eu fiz agora também não... Mas há momentos em que é preciso desabafar, para o seu mundo interior não desabar por completo.