29 de agosto de 2010

Uma semente chamada Amor.



Eu hoje estava guardando uma carta na minha caixinha de lembranças e eu vi um flor..uma flor que eu recebi de você naquele 18 de junho...mas a pequenina flor estava seca, tão seca que praticamente se esfarelou em minhas mãos quando fui pegá-la e tive que jogá-la no lixo....Assim como nosso romance...
O nosso relacionamento foi como essa flor, ele surgiu e trouxe consigo um momento de alegria, era tudo tão bonito não era??
Você plantou a semente em meu coração e eu fui regando, regando, mas a planta para seu total desenvolvimento precisa realizar a  fotossíntese e vc era o sol que fornecia a energia para ela poder crescer.
Mas de repente você resolveu ir iluminar outra planta, porque vc não se deu conta de que a minha plantinha se chamava Amor, e ela tinha tudo para ficar a cada dia mais bela,e como vc não iluminava a terra para a planta evoluir eu deixei de regá-la....porque de nada adianta regar um planta sempre se ela não tem o sol para lhe iluminar, e sem contar que um dia ela ia se afogar de tanta água...
Então para não me afogar nesse sentimento simplesmente deixei-a secar...e de tanto secar, ficou tão fraca q o vento mandou-a para longe...e hj sobrou apenas uma terra fértil, esperando outro alguém para plantar essa semente, mas procura-se alguém que realmente esteja disposto a plantar com muito carinho e dedicação,  tenho Amor em estoque, e não tenho pressa para encontrar aquele que vai cuidar dessa sementinha e fazer surgir dela muitas outras flores, e até frutos..quem sabe né..só me resta acreditar!!

Afinal, como diz o ditado: "Quem acredita, sempre alcança"

Ass: Leidiane Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário