11 de maio de 2014

Crer em Deus

Eu não entendo: As pessoas dispersam o mal no mundo, se julgam dignas de fazerem isso ou aquilo, acham que jogar lixo nas ruas não tem problema, entopem cidades, concretam ruas, e depois reclamam de Deus... E se julgam aptas a duvidarem de Sua Onipotência e Onipresença...

GENTE! 
É inevitável que na nossa vida, independentemente se vc for rico, forte, pobre, magro, cristão ou não, vamos nos deparar com dores, sofrimentos...
Sofrimentos estes que podem vir de muitas formas, seja um problema de saúde, um desemprego, ou então a perda de alguém que muito amamos ( seja por um "abandono, ou mesmo por um falecimento...) nos deixando com o coração cheio de saudade.
E em momentos assim é natural do ser humano se questionar: "- Se mesmo eu sendo cristão, acreditando em Deus, depositando toda minha fé Nele, eu não posso evitar o sofrimento, QUE DIFERENÇA FAZ EU ACREDITAR EM DEUS ENTÃO?"

Nesta curta caminhada com os Jovens da Milícia da Imaculada e diversas experiências pessoais, obtive a resposta: Quando se tem fé a tristeza e a dor vêm sim, entram na sua morada, passeiam, machucam você, porém no momento que se vão, elas não roubam sua alegria, sua esperança, muito menos sua capacidade de AMAR. E quando o sofrimento vêm, somos capazes de sentir que por mais que doa lá dentro, Deus ainda vai te fazer entender toda e qualquer poesia e torna a vida mais valiosa, nos provando que ainda dá pra sermos felizes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário