18 de janeiro de 2011

Desventuras em série...

Ela estava muito ansiosa, iria ver o namorado! Se arrumou toda. Estava linda, de cabelo escovado, vestidinho, sandalinha, toda toda...Tinha planejado tanto esse encontro e enfim depois de horas havia chegado.
Quando no meio do caminho começa a chover...Ele liga, cancela o encontro e o céu escurece..
Ela desce do ônibus e está a caminho do ponto quando... o céu desaba sobre ela...
O vestido?
Encharcado!
O cabelo??
Todo molhado!
O visual??
Estragado!
Ela corre para o local mais próximo uma igrejinha e lá toda molhada ela pega sua blusa, coloca, em sinal de respeito, reza um pouco, e depois olha a chuva enchendo as ruas da cidade...Mas ela não se desespera, se sente até calma...Olhando pro Santíssimo sente uma paz... chega a esquecer a chuva... Bem..até o momento em que o corpo começa a sentir um friozinho...
Avisa ao namorado que está bem, mas q ta presa na igreja... ele fica menos preocupado.
Após quase uma hora a chuva cessa, mas ônibus não passa...ela liga pro irmão que trabalha logo ao lado eles sem encontram e não tem outro jeito.. tem que voltar a pé pra casa...
Ja estava escurecendo.. a sorte foi o horário de verão que permite que a noite aconteça um pouco mais cedo..hehe
Eles começam a caminhada... Junto com um pessoalzinho...andam e andam procurando os lugares onde não há alagamento... E pra piorar não havia energia elétrica...
Enfim...Duas horas depois eles conseguem chegar em casa..Passando por pontos escuros e perigosos..mas chegam inteiros apesar de ela estar um pouco molhada ainda!
Mas qndo chega em casa ela se aquece, toma um café e aí a energia volta, e a paz tbm...

Tudo isso dentro de 3horas....Quanta emoção! Huashsuahsuahu..

E tudo isso poderia ser evitado se ela esperasse meia hora...Enquanto ela pensava nisso se esganava por dentro... :D

Ás vezes ser um pouco trasada pode fazer bem à sua saúde.... #Ficaadica



Que a cruz sagrada seja minha luz,não seja o dragão meu guia.Retira-te Satanás,nunca me aconselhe coisas vãs e mal que tú me ofereces bebe tú mesmo do teu veneno. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário